Neymar descreveu sua última temporada no PSG como um verdadeiro “inferno”

Publicado :

Neymar descreveu sua última temporada no PSG como um verdadeiro "inferno", enfrentando lesões, protestos e perseguição da mídia francesa. Ele lamentou não ter conquistado a Liga dos Campeões e apoiou Messi, dizendo que sua saída do PSG não foi digna, devido ao comprometimento que ele tinha com a equipe.

O paulista se sentiu profundamente frustrado em sua última temporada em Paris. Ele relatou ter passado por momentos extremamente difíceis junto com seus colegas de equipe.

Neymar deixou o clube parisiense durante a janela de transferências após seis temporadas para se juntar ao Al-Hilal na Liga Profissional Saudita. Sua saída do time francês gerou muitas repercussões, especulações e rumores envolvendo ex-companheiros, diretores e até mesmo o próprio jogador.

Em uma entrevista concedida à Rede Globo, Neymar compartilhou sua experiência na última temporada com o Paris Saint-Germain. Ele destacou que enfrentou momentos muito difíceis após sofrer uma lesão no tornozelo, além dos protestos dos torcedores do PSG em frente à sua casa e da perseguição da mídia francesa.

Ao mesmo tempo, Neymar celebrou a vitória da Argentina na Copa do Mundo no Catar, especialmente por seu grande amigo, Messi. No entanto, ao retornar à França, Messi foi recebido com vaias e assobios, o que desagradou profundamente o brasileiro.

“Fiquei muito feliz pelo ano que Messi teve, mas ao mesmo tempo muito triste porque ele viveu os dois lados da moeda, foi para o céu com a seleção argentina, ganhou tudo nos últimos anos e com o Paris viveu um inferno, nós vivemos um inferno, tanto ele como eu”.

explicou.

 

Liga dos Campeões, o espinho do PSG

O PSG arrasou o mercado de transferências em 2017 com a contratação de Neymar. O objetivo do time francês era conquistar a Liga dos Campeões, tendo o brasileiro como a peça-chave da equipe. Embora tenha chegado à final da competição em 2020, as atuações de Neymar têm deixado muito a desejar.

A ambição e o desejo de Neymar de conquistar o primeiro título da Champions para o PSG eram muito fortes. Infelizmente, as lesões o impediram de participar da maioria dos confrontos decisivos. No entanto, ele deu o seu melhor em todas as oportunidades para tentar fazer história no clube.

“Ficámos chateados, porque não estamos ali à toa, estamos ali para dar o nosso melhor, para sermos campeões, para tentar fazer história, foi por isso que voltámos a jogar juntos, juntámo-nos ali para fazer história. Infelizmente, não conseguimos”.

disse ele.

Neymar apoia Messi

Por fim, deixou algumas palavras de apoio ao Messi. Sente que deixou a equipe de uma forma que não merecia. Ele veio a ser o melhor jogador da Copa do Mundo e campeão do mundial. Os torcedores não respeitaram o argentino como lenda nem como jogador do próprio time.

O brasileiro concluiu que Messi deveria terminar sua passagem pelo PSG de uma forma feliz e não pela porta de trás, como acabou por acontecer. Mais ainda por causa do empenho da estrela de Rosário na equipe.

“Messi deixou o PSG de uma forma que não merecia. Por tudo o que é, por tudo o que faz, quem o conhece sabe que é um tipo que treina, que luta, se perde fica zangado e, na minha opinião, foi injustamente acusado. Mas, ao mesmo tempo, fiquei muito contente por ele ter ganho o Campeonato do Mundo”.

referiu.

Acompanhe tudo o que se passa no Twitter oficial do PSG:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 17 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Neymar descreveu sua última temporada no PSG como um verdadeiro “inferno”