Por onde anda? Demitido, ex-apresentador do Globo Esporte revela ter enfrentado depressão

Ivan Moré, ex-apresentador do Globo Esporte, deixou a emissora em 2019 após 15 anos. O motivo da saída de Moré se deu por ele não aceitar ser rebaixado de categoria. O profissional afirmou também ter passado por um momento difícil em sua vida pessoal, com uma separação e sequelas da Covid-19, resultando em depressão

O ex-apresentador do Globo Esporte, Ivan Moré reapareceu midiaticamente. Fora da TV desde 2019, revelou ter lutado contra uma depressão no mesmo ano. Em entrevista ao podcast “Pode, Rê?”, ele contou que se sentiu “como uma droga” e que “não via felicidade em nada“. Além disso, Moré também afirmou ter passado por um momento complexo e doloroso, o qual incluiu uma separação litigiosa e sequelas da Covid-19, no ápice da pandemia.

Saída da Globo

Após 15 anos na emissora, Moré estava com sua carreira estabelecida como apresentador do Globo Esporte, um dos programas esportivos mais populares do Brasil. No entanto, viu seu castelo de areia desabar após ser comunicado que voltaria a atuar como repórter, algo que ele considerou inadequado

Na cultura televisiva, as equipes de reportagem são um trabalho mais dificultoso, no qual os profissionais precisam lidar com toda sorte de intempéries e desafios. Uma vez no estúdio, a frente de um grande programa, aquela notícia foi vista como um “rebaixamento de categoria”.

“Quando me tiraram do Globo Esporte e falaram que ia voltar para a reportagem, eu optei por sair porque não estavam fazendo uma coisa legal. Saí antes de me desidratarem. Saí chateado, mas pensei: ‘saio antes que vocês saiam comigo’. Quando saí, quis investir em podcast. Eu já queria fazer isso internamente, mas eles não me permitiam fazer nada, era bem engessado. Quando saí de lá, dei razão aos meus propósitos e investi nisso por meio de tentativa e erro, buscando saber quem é o Ivan Moré como marca”

Depressão

Apesar da certeza pela decisão, e de sair de cabeça erguida, a pandemia da Covid-19 e um divórcio nada amigável deram uma rasteira violenta em Moré, que foi acometido por uma depressão. Dessa forma, seus planos foram postergados, e o profissional se viu envolto num mar de decepção:

“Eu tive uma depressão. Não via felicidade em nada, a minha vida era uma droga, era cinza. Eu até fingia muito bem, mas a verdade é que eu estava cercado de pessoas que não me valorizavam. Eu estava atravessando um momento complexo e doloroso com uma separação em um formato litigioso, com meus filhos no meio de uma briga. Nunca pensei em me matar, mas perdi a vontade de viver. Foram entre três e quatro meses muito mal, também por conta das sequelas deixadas pela Covid na época”, disse Moré.

Sacudir a poeira e dar a volta por cima

Moré, que em 2021 decidiu processar a antiga emissora, por questões trabalhistas, afirma ter se curado da doença com ajuda de um novo amor. Aos 46 anos, namora a jovem Giovanna Lemos, de 23, e afirma ser ela o seu porto seguro. Profissionalmente, dá palestras sobre empreendedorismo e foca na linguagem das mídias digitais para ensinar sobre superação e auto-ajuda.

Acompanhe a repercussão no Twitter:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Por onde anda? Demitido, ex-apresentador do Globo Esporte revela ter enfrentado depressão