‘Eu bato na mesa, não tenho medo de cara feia’, diz Homem Mau do ‘Trem Bala’

Henrique Neves

Publicado :

Integrante da equipe de bancada do programa ‘Trem Bala’, da TV Ceará, Evaristo Nogueira, o homem mau, falou ao Observatório da Televisão que está se acostumando ao sucesso repentino em outras regiões do Brasil. “Vou ser sincero: não esperava que fosse chegar a tanto! Levo numa boa, mas sem me achar estrela, sou até um cara muito humilde. Agora bater na mesa eu bato, cobrar eu cobro!”, afirmou.

Ele também comentou o apelido ‘Homem Mau’ dado pela mulher do apresentador Alan Neto, a cantora Ivanilde Rodrigues, que comparou o comentarista a José Fernandes (1925-1979), jurado carrasco de Flávio Cavalcanti (1923-1986).

“Eu bato na mesa, não tenho medo de cara feia. É um personagem? Tudo bem, pode ser um personagem, mas ali estou falando a minha verdade, como gosto de dizer, e na minha verdade eu mando, você acredita se quiser. Eu bato na mesa, grito, xingo o presidente do Fortaleza, o presidente do Ceará, jogador refugo, treinador refugo”, conta o jornalista.

Sou muito fã dos meus colegas de Trem Bala, Alan Neto e o Sérgio Ponte. Milton Neves, para mim, é hors-concours, gosto muito dele e é meu amigo, gente boa, espetacular. Magno Navarro, esse cara é muito bom, Casimiro é muito bom também, ele fez 25 minutos só com Homem Mau e Trem Bala. Esse cara acha tanta graça da gente! André Henning é meu amigaço e é muito bom! Ele veio aqui para a nossa festa, e em um discurso falou: ‘Eu me inspirei no Vavá Maravilha como narrador!’. O Brasil está muito bem no jornalismo esportivo”, comemora Evaristo.

Ele contou que já foi perseguido por torcedores do Botafogo-PB (por ter chamado de “feio” o time conhecido como Belo) e do CRB. “O presidente do Ceará [Robinson de Castro] não fala mais comigo. Há uns três anos, o Ceará só queria jogador de graça e eu o rotulei de ‘presidente 0800’. Quer ficar mal com ele? Chame-o de Castrinho 0800! Tem um treinador aí que não gosta de ouvir meu nome: Rogério Ceni, o ‘blindado’. Ele deixou o Fortaleza duas vezes na mão. O que ele fez quando chegou aqui? ‘Não dou entrevista a nenhum repórter. A minha entrevista é coletiva’. Comecei a chamá-lo de ‘blindado’ e ele achou ruim. Acho que ele foi muito cruel com o time do Fortaleza. Ceni é blindado, fujão e, acima de tudo, Judas. Esse Tiago Nunes, que para mim não é treinador para a equipe do Ceará de jeito nenhum, chegou aqui com uma banca danada, deu uma coletiva e disse: ‘Sou um treinador acadêmico’. Aproveitei o gancho e disse: ‘Se ele é treinador acadêmico, o elenco Ceará já passou no Enem?’. E faço o teatrinho todo, até exagero. Ele também não gostou, não fala com a gente. Mas não tem problema, o importante é a galera gostar!”, diz Evaristo.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 27 de Maio 2024

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

Parimatch Sport

Bônus

R$ 500

Starda Sport

Bônus

R$ 500

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

-

IZZI Sport

Bônus

R$ 100

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Profissionais > ‘Eu bato na mesa, não tenho medo de cara feia’, diz Homem Mau do ‘Trem Bala’