Presidente da CBF diz que Globo é contra a paralisação dos campeonatos; emissora se posiciona

Em reunião virtual realizada no dia 10 de março, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, garantiu que não vai paralisar os torneios nacionais por conta da pandemia da Covid-19. O encontro por videochamada contou com a presença de presidentes de clubes das Séries A e B. 
Ele garantiu na oportunidade que os torneios nacionais vão continuar. “Eu vou mandar no futebol brasileiro e vou determinar que vai ter competição. Porque vocês estão f… se não tiver. Eu assumo o ônus por todos vocês”, disse Caboclo aos presidentes de clubes.
O presidente da CBF disse que a Globo e os patrocinadores do futebol brasileiro são contrários à paralisação do futebol. “Eu não abrirei mão, a não ser sob doutorado dos senhores, de jogar as competições nacionais, o que repercutirá nas internacionais e incorporará as estaduais… Então, por gentileza, vamos pensar agora: nós podemos parar o futebol? A Rede Globo não quer. Eu estou assegurando que não. Ninguém quer, seus patrocinadores não querem. E, se parar, sabe quando nós temos a segurança de dizer que a gente pode voltar? Nunca. No dia em que o governador do Mauricio disser que pode. No dia em que o prefeito de São Nunca disser que pode… Eu não vou estar à mercê de nenhum deles”, pontuou.
Veja o posicionamento da Globo sobre o que afirmou Caboclo. “Como vem fazendo desde o início da pandemia há mais de um ano, a Globo segue respeitando as orientações dadas pelas autoridades competentes e acompanhando as decisões dos organizadores das competições. Entendemos que o momento é de cautela, e que a prioridade é a segurança de todos. Vamos seguir e respeitar todos os protocolos que forem definidos e decididos pelas entidades.”

Com informações do GE





Globo

TV Aberta

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 21 de Fevereiro 2024

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > Presidente da CBF diz que Globo é contra a paralisação dos campeonatos; emissora se posiciona