Coluna do Professor #333, por Albio Melchioretto

Atualizado :

No final de semana que a televisão brasileira celebra setenta anos, a Bundesliga dá um passo importante para abandonar as transmissões televisivas. A televisão surgiu no Brasil para uma rede de 200 aparelhos ligados apenas. Passados setenta anos convivemos com múltiplas plataformas e centenas de milhares de aparelhos, a Bundesliga faz uma aposta pensando na geração futura e no ciberespaço. Há estudos que apontam a diminuição do tempo de televisão da geração escolar e o aumento de tempo em aparelhos mobile. Se a tendencia se confirmar na próxima década, o consumo do esporte estará em plataformas preparadas para aparelhos mobile. A jogada da Bundesliga é arriscada a curto prazo, mas vislumbra novos mercados e público a longo prazo.

Durante a abertura da temporada, no encontro de Bayern vs. Schalke acompanhei pelo Twitter uma onda de reclamações no Twitter. Dificuldade de acessar e de encontrar os jogos. O aplicativo responsável é o Onefootball (transmiste a K-League, Preliminares da Champions e divisões inferiores da Bundesliga). A visualizar as partidas é exclusivo do app. O site não oferece esta disponibilidade e também não há app nativo para SmartTV e função chromecast. Não curto ver jogos na tela do PC, nem no celular, então aventurei-me em sites repletos de vírus para encontrar uma forma de fazer funcionar o app mobile para uma televisão. Vamos aos passos.

1. Encontrei o arquivo de instalação (APK) na rede. Utilizei a chave de pesquisa onefootball.apk via Google e o salvei em meu desktop. Foram 4 tentativas até achar o *.APK. Descobri que o *.XAPK é incompatível.

2. Utilizei o GoogleDrive para passar o APK do PC para a TV Box, visto que a Box não aceita arquivos em periféricos.

3. Para abrir o arquivo e realizar a instalação, busquei as configurações da TV Box e alterei o comando de fontes desconhecidas. Tornei as fontes desconhecidas aceitáveis. O sistema, via de regra, por questões de segurança bloqueia fontes desconhecidas, forçando o usuário a usar apenas a play store. Recomenda-se o bloqueio, porém, diante da necessidade, abri a exceção.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio

4. Encontrei o app X-plore. Ele é um gerenciador de arquivos. Permite acessar a conta do Google Drive na TV Box e assim, realizar a leitura de arquivos. Neste caso a instalação do OneFootball.

5. Como o app do OneFootball, que não é natural para ambiente de televisores com Android, tive utilizar o Sideload Launcher. Ele funciona como uma “menu” de apps não reconhecidos naturalmente. Aproveitei o embalo para fazer outros apps na TV.

6. Tudo funcionando? Ainda não. O App necessitava ser rotacionado para ficar na proporção 16:9 de meu aparelho. Como não há configuração, no Box e sequer no APP, tive que me valer de um outro app. Agora foi a vez do Set Orientation. Muito intuitivo.

7. Aplicativo redondo veio uma última surpresa. Pelo controle do Box não tive acesso ao menu dos jogos. A solução foi usar um miniteclado com função mouse para deslizar até o menu com os jogos. Ufa.

8. Tudo isso para ver um jogo da Bundesliga com narração em inglês. Vale a pena?

A Bundesliga manterá jogo único, nas manhas de domingo, às 10h30, na Band. Aí é só ligar o receptor, e apontar o número do canal e “bora” desfrutar de uma boa partida em língua mater. E que os deuses do futebol nos salve dos comentários de Müeller. 


Aposta nas melhores casas de apostas do dia 21 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > Coluna do Professor #333, por Albio Melchioretto