“Flamengo poderia recuar um pouco”, opina Mauro Cézar sobre disputa com a Globo

Em vídeo publicado pelo UOL Esporte, o comentarista Mauro Cézar Pereira, voltou a falar sobre a disputa entre Flamengo e Globo por direitos de transmissão, em especial de jogos válidos pelo Campeonato Carioca.

“É uma briga estranha, porque, sinceramente, não consigo entender o motivo de o Flamengo partir para um confronto tão direto com o grupo de comunicação que hoje e há muitos anos mostra o futebol na televisão. Tem direito o Flamengo de querer mais dinheiro? Tem, claro que tem”, afirmou Mauro.

“Os clubes têm o direito de reivindicar mais? Óbvio que têm. Mas, para isso, seria muito importante que eles se unissem e juntos formassem uma frente muito maior para negociar com a Globo ou com quem quer que seja”, acrescentou.

“Flamengo poderia recuar um pouco até para que o seu torcedor pudesse ver o seu time em ação. Fazer um acordo para a transmissão desses últimos jogos, mesmo que não fosse o dinheiro que considerasse justo, e não seria certamente, já que há uma diferença muito grande em relação ao que o Flamengo quer e o que a Globo se propôs a pagar, mas beneficiaria os torcedores”, complementou.

A propósito dessa disputa, em entrevista ao Canal Ser Flamengo, no YouTube, o vice-presidente geral e jurídico do clube carioca, Rodrigo Dunshee, disse que o Flamengo negocia com plataformas de streaming para exibir as partidas. “Eu não posso falar. Uma das questões do processo é que a gente não deve falar sobre o que vamos fazer. O principal é passar na internet, mas não disse qual plataforma. Eu não posso dizer, isso é com o marketing. Quando o Marketing estiver com tudo certo, vai anunciar. Mas a torcida não precisa se preocupar. Vai ser tudo avisado com antecedência”.





mauro cézar pereira

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 24 de Fevereiro 2024

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > “Flamengo poderia recuar um pouco”, opina Mauro Cézar sobre disputa com a Globo