CBF e clubes definem venda de direitos internacionais do Brasileirão

Henrique Neves

Atualizado :

Em reunião realizada nesta sexta-feira (17) por videoconferência, a CBF e representantes de 31 clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro decidiram quais serão as empresas para quem serão vendidos os direitos internacionais de transmissão do torneio.

Segundo publicou o Globoesporte.com, as empresas escolhidas foram a Global Sports Rights Management (GSRM) para direitos internacionais para TV aberta, TV fechada, pay per view e streaming; um consórcio formado pela Zeus Sports Marketing e pela Stats Perform para exibição em sites de apostas. Os valores da negociação não foram divulgados.

Já de acordo com nota publicada na noite desta sexta-feira pela CBF, o processo agora entra numa segunda fase, “quando as empresas selecionadas passarão por validação do escopo de trabalho, atendimento às normas de governança e conformidade, apresentação das garantias financeiras e formalização dos instrumentos contratuais”.

Até que esta fase esteja rigorosamente cumprida, os clubes e a CBF não consideram o processo concluído. Ainda de acordo com a CBF, a intenção dos clubes é fechar contratos com duração de quatro anos (2020-2023).





Aposta nas melhores casas de apostas do dia 22 de Maio 2024

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

Parimatch Sport

Bônus

R$ 500

Starda Sport

Bônus

R$ 500

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

-

IZZI Sport

Bônus

R$ 100

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > CBF e clubes definem venda de direitos internacionais do Brasileirão