Globo podia influenciar calendário da CBF em contratos anteriores do Campeonato Brasileiro

Atualizado :

Os contratos do Campeonato Brasileiro firmados entre Globo, clubes e CBF, de 2012 a 2018, davam poder à emissora carioca sobre a tabela da competição e até o calendário nacional. Segundo publicação do blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte, é isso que consta nos acordos entre Flamengo e a Globo incluídos no processo entre as partes que têm pontos comuns aos documentos de outras agremiações.

O jornalista ainda diz que a Globo continua a ter poder de influenciar no calendário por contrato atualmente, embora tenha havido ajustes nos acordos atuais, e a confederação segue consultando a emissora para realizar a tabela. Mas a entidade informou que não faz mais parte dos acordos entre clubes e a emissora.

A Globo, por duz vez, informou que não considera a relação indevida e que a tabela “é definida pela CBF em concordância com os clubes e a Globo é ouvida”. E negou interferir no calendário do futebol, justificando a cláusula sobre vetar clube em competição porque o valor dos campeonatos tem relação com outras disputas simultâneas.

A confederação limitou-se a dizer que não participa mais dos contratos.

Entre as obrigações do contrato de TV Aberta, estava a cláusula 4a: seu texto diz que a CBF se compromete a fazer a tabela do Brasileiro em comum acordo com a Globo, 120 dias antes do início da competição. A partir daí, qualquer mudança nos jogos só poderia ser feita com expressa anuência da emissora.







Globo

TV Aberta

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 18 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Globo podia influenciar calendário da CBF em contratos anteriores do Campeonato Brasileiro