Paulo César de Oliveira critica desempenho do irmão em transmissão do Premiere

Um fato inusitado ocorreu neste sábado (20) na transmissão da partida entre Bahia x Cruzeiro, válida pelo Campeonato Brasileiro Série A, no Premiere. O comentarista de arbitragem Paulo César de Oliveira foi escalado para atuar em um jogo apitado pelo irmão, o Luiz Flávio de Oliveira.

E o analista criticou a atuação do juiz. Ainda durante o primeiro tempo, o atacante Arthur Caíke, do time baiano, foi expulso após receber dois cartões amarelos em um intervalo de menos de dez minutos.

Paulo César de Oliveira explicou o motivo do primeiro cartão amarelo: uma sequência de faltas do atacante. Na opinião dele, no entanto, a falta que resultou na punição não era passível do cartão.
  “Ele recebeu o primeiro amarelo aos 34 minutos do primeiro tempo. Só pela falta não seria passível de amarelo. Ele aplica o cartão pela sequência de faltas. Só pela falta em si, não era merecedor de amarelo”, disse Paulo César.

O comentarista ainda disse que a segunda falta na qual o jogador foi punido era passível do cartão. No entanto, na opinião de Paulo César, seu irmão poderia ter segurado um dos cartões e evitado a expulsão.

“Na sequência, na disputa dele com o Jadson, o Luiz deu vantagem e, quando a bola parou, ele deu amarelo. Essa foi temerária, passível de amarelo. No geral, achei a expulsão exagerada, pela experiência que o Luiz tinha, poderia ver de outra maneira. Achei a expulsão exagerada”, completou o comentarista.

Com informações do UOL Esporte







Aposta nas melhores casas de apostas do dia 26 de Fevereiro 2024

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Paulo César de Oliveira critica desempenho do irmão em transmissão do Premiere