Globo não discriminou clubes em contratos do Brasileirão, diz Cade

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) arquivou um inquérito que investigava se o Globo tinha atuado de forma irregular na negociação dos atuais contratos de TV do Campeonato Brasileiro. No entanto, o órgão entende que a empresa não discriminou, retaliou ou ameaçou times que assinaram com a Turner pelos direitos de TV Fechada, apesar de ter proposto acordos com redução de valores. A apuração do órgão fiscalizador foi encerrada em março deste ano depois de três anos. As informações foram publicadas pelo blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte.

Questionada, a maioria dos clubes que fecharam com o Esporte Interativo informou que não houve ameaças da Globo de retaliação, ameaças ou discriminação, com exceção do Bahia, Coritiba e Athletico/PR. O Bahia, que assinou com a Turner, informou que o Grupo Globo afirmou que o “melhor para o clube seria fechar em todos as janelas”, o que indicaria suposta ameaça. O Coritiba informou que a Globo lhe disse que não faria proposta se o clube fechasse com o Esporte Interativo.

O Cade, porém, entendeu que não houve tentativa de retaliação porque o próprio Coritiba reconheceu ter recebido proposta da Globo após assinar com a Turner. Além disso, a maioria dos outros clubes que assinou com a Turner também fechou contratos de TV Aberta e PPV com a Globo – só o Athlético-PR ficou fora do canal pago. Em relação à afirmação do Bahia, o organismo governamental disse não ter visto retaliação ou ameaça da emissora carioca.

O Cade apurou que, de fato, a Globo propôs aos clubes que fecharam com a Turner um fator redutor do contrato para TV Aberta e Pay-Per-view. Essa redução aconteceria em determinadas hipótese de transmissão de jogos da Turner para a mesma praça do jogo. Recentemente, a Turner abriu mão de transmitir para o local da partida, o que limitou a possibilidade desta redução.

O Cade entendeu como razoável que a Globo propusesse redução em determinados contratos por desconhecer os acordos feitos entre os clubes e a Turner. Por isso, poderia estar comprando direitos que foram afetados.







Globo

TV Aberta

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 25 de Fevereiro 2024

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Globo não discriminou clubes em contratos do Brasileirão, diz Cade