Entenda as ‘garantias financeiras’ que a Globo exige da Band para liberar Copa

Henrique Neves

Atualizado :



A negociação entre Band e Globo com relação aos direitos de transmissão da Copa do Mundo da Rússia tem se arrastado porque a emissora carioca pede garantias de que a Band vai vender todas as cotas de patrocínio e que elas serão comercializadas no chamado “valor cheio”, como diz o mercado publicitário, sem oferecer descontos para as empresas. A informação foi publicada pelo UOL Esporte, e assinada por Gabriel Vaquer. De acordo com ele, é comum que as redes de TV aberta façam isso para conseguir clientes e é vista como uma vantagem para as marcas que queiram anunciar seus produtos.

Até agora, falta confiança por parte da emissora carioca de que, com pouco mais de quatro meses para o começo do Mundial, a Band vai conseguir vender todas as cotas de patrocínio.

Se a Band não oferecer garantias de que vai comercializar as cotas em valor cheio, sem descontos, a Copa do Mundo terá apenas uma exibidora na TV aberta. E cada dia mais, a chance da emissora paulista fazer a Copa diminiu.

A indefinição da transmissão da Copa pela diretoria tem irritado o departamento de esportes da Band. Vários profissionais estão incomodados com o silêncio da diretoria da casa, que está com o assunto retido por lá, sem dar nenhuma atualização da situação.

Procurada, a assessoria de imprensa da Band comentou apenas que “a emissora ainda negocia os direitos de transmissão da Copa do Mundo”.


MINI COPA

O colunista Flávio Ricco, no UOL, informou que existe a chance de ser feita uma mini Copa. Este seria o “Plano B”. Só os jogos do Brasil e mais uma coisinha ou outra. E como “Plano C”, só ter as imagens e com elas produzir um programa diário, todas as noites.







band

Globo

TV Aberta

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 20 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Entenda as ‘garantias financeiras’ que a Globo exige da Band para liberar Copa