Na porta da FPF, organizada do Corinthians protesta com faixas contra Globo e cartolas

Henrique Neves

Atualizado :

Assim como aconteceu no clássico contra o São Paulo, a principal torcida organizada do Corinthians voltou a protestar contra a Federação Paulista de Futebol, segundo publicação do ESPN.com.br. Na noite desta quinta-feira (18), torcedores foram até a porta da entidade, na Zona Oeste da capital, com faixas contra a federação, os cartolas e a Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Um dos principais alvos foi o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez, que nos tempos de procurador de Justiça teve forte atuação contra as organizadas. Capez é um dos investigados na operação Alba Branca, que busca fraudes na compra de merendas nas escolas estaduais de São Paulo. “Punição é a criança sem merenda na escola”, dizia uma das faixas.

A Globo também foi criticada pela organizada. “Manipulação, a gente vê por aqui”, apontava um dos objetos do protesto.

Foi o quinto protesto feito pela torcida desde que foi punida com 60 dias de suspensão por ter utilizado sinalizadores durante a final da Copa São Paulo de Futebol Junior, no dia 25 de janeiro deste ano.

Desde então, além da manifestação desta quinta-feira, a organizada já tinha protestado duas vezes em frente à sede da federação e em dois jogos do Campeonato Paulista: uma contra o Capivariano e outra no clássico contra o São Paulo.

Nesta quinta, a Federação Paulista soltou comunicado e disse apoiar qualquer tipo de manifestação nos estádios. A entidade afirmou que não há nenhuma orientação de sua parte para retirar faixas de protesto e que a Polícia Militar agiu por conta própria.





Globo

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 20 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Na porta da FPF, organizada do Corinthians protesta com faixas contra Globo e cartolas