Liga Sul-Minas-Rio deve ter distribuição igualitária das cotas de TV

Henrique Neves

Atualizado :

Mesmo sem terem fechado contrato para transmissão de TV, os integrantes da Liga Sul-Minas-Rio, além de planejarem uma distribuição igualitária (entre os participantes de cada edição, segundo o presidente Gilvan Tavares) das cotas de TV para a competição a qual vão organizar, estão ventilando a criação de um fundo único, no qual receitas vindas, por exemplo, com patrocínios para a Liga sejam divididas para todos – inclusive para os membros que não estiverem na edição vigente da competição. A informação é do Lancenet!, por Igor Siqueira, Atualmente, são 15 clubes signatários.

Já de acordo com o ESPN.com.br, o objetivo imediato do CEO da Liga Sul-Minas-Rio, Alexandre Kalil, é a negociação dos direitos de transmissão, patrocínios e naming rights do campeonato. A sua agenda à frente da entidade não deverá se restringir apenas aos seus filiados, no entanto: um dos próximos passos é estabelecer uma linha de contato com os grandes de São Paulo.

Em conversa informal recente, o São Paulo foi um dos que acenou positivamente para a possibilidade. O clube tentou no ano passado, através do presidente Carlos Miguel Aidar, convocar os demais para abordar o assunto em seu estádio, o Morumbi, e não teve o retorno esperado.

Com contrato recém-renovado no estadual, ele não vislumbra qualquer chance de diálogo sobre o eventual retorno do Rio-São Paulo com a ausência da dupla Fla-Flu.


Aposta nas melhores casas de apostas do dia 24 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Liga Sul-Minas-Rio deve ter distribuição igualitária das cotas de TV