“Estamos com medo”: jogador do Fortaleza pede reação forte das autoridades frente ao atentado sofrido em Pernambuco

Ataque ao ônibus do Fortaleza gera medo e pedidos por segurança. O clube cogita paralisar competições em protesto.

O que aconteceu

O ataque ao ônibus do Fortaleza após o jogo contra o Sport, pela Copa do Nordeste, deixou jogadores e dirigentes abalados. Thiago Galhardo, meia-atacante do time, expressou seu descontentamento nas redes sociais, classificando os responsáveis como “criminosos, covardes e sujos”. 

O jogador enfatizou que a situação gerou medo entre os atletas e que medidas drásticas são necessárias para evitar tragédias futuras.

Galhardo e o CEO Marcelo Paz defendem que o Fortaleza não volte a jogar até que todos os envolvidos estejam plenamente recuperados, tanto física quanto emocionalmente. O meia-atacante destacou a importância de garantir a segurança dos jogadores, enfatizando que o medo ainda persiste após o incidente.

A proposta de paralisar as competições como forma de protesto ganha força diante da gravidade do ataque. A ideia é pressionar as autoridades para que medidas sérias sejam tomadas a fim de garantir a segurança nos estádios e nas viagens das equipes.

Fortaleza pode não entrar em campo, como protesto

O próximo compromisso do Fortaleza está agendado para quinta-feira (28), contra o Fluminense-PI, pela Copa do Brasil. No entanto, Galhardo e Paz sugerem que o time não entre em campo até que as condições ideais de segurança sejam asseguradas.

Enquanto isso, o clube se prepara para retomar os treinos, incluindo os jogadores que sofreram ferimentos no ataque. Porém, estes serão acompanhados de perto pelo Departamento Médico do clube, garantindo sua plena recuperação.

Espera-se que as autoridades ajam rapidamente para investigar o incidente e garantir que medidas eficazes sejam implementadas para prevenir novos episódios de violência no futebol. O bem-estar dos jogadores e a segurança dos envolvidos devem ser prioridades absolutas.

Acompanhe mais notícias sobre o esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > “Estamos com medo”: jogador do Fortaleza pede reação forte das autoridades frente ao atentado sofrido em Pernambuco