Deu ruim?! Time japonês mete processo na FIFA contra Santos e Carille

O Santos e o V-Varen Nagasaki enfrentam um impasse na Fifa acerca da contratação de Fábio Carille. O clube japonês busca o pagamento da multa rescisória, enquanto o Santos afirma que a questão está encerrada.

O que aconteceu?

Está cada vez mais quente a querela entre o Santos e o clube japonês V-Varen Nagasaki em torno da contratação do técnico Fábio Carille. A situação se agravou depois que o V-Varen emitiu um comunicado oficial nesta sexta-feira (19), anunciando formalmente que entrou com um processo na FIFA contra o clube brasileiro.

O V-Varen Nagasaki alega que o Santos não respondeu ao comunicado anterior emitido em 13 de janeiro, onde os japoneses insistiram no pagamento da multa rescisória de Carille. O clube asiático havia classificado a situação como “inaceitável” na época. Agora, com o silêncio do Santos, os japoneses optaram por iniciar os trâmites legais na Fifa, que deve levar o caso a julgamento em breve.

A controvérsia contratação de Carille

A controvérsia gira em torno da contratação de Carille pelo Santos e as questões relacionadas à rescisão do contrato com o V-Varen Nagasaki. Quando o Santos escolheu Carille como técnico para a temporada de 2024, o clube japonês exigiu o pagamento da multa rescisória, alegando que o valor era de cerca de R$ 7.4 milhões.

O Santos, por sua vez, registrou o contrato de Carille em 12 de janeiro, mesmo sem efetuar o pagamento da multa. A alegação do Santos é que Carille estaria liberado para assinar com qualquer clube a partir de 1º de janeiro, o que é contestado pelo V-Varen Nagasaki. A situação se complica ainda mais com o V-Varen buscando a intervenção da Fifa para garantir o pagamento integral da multa rescisória.

Marcelo Teixeira, presidente do Santos, não teme o processo

Em resposta, o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, afirmou em entrevista coletiva que o clube não teme o processo movido pelo V-Varen Nagasaki. Teixeira destacou que o técnico Carille continuará seu trabalho normalmente no Brasil e que o Santos considera encerrada a questão do pagamento da multa.

O dirigente afirmou que o clube japonês está no seu direito ao buscar a Fifa para resolver a disputa, e o departamento jurídico do Santos acompanhará o caso. Teixeira também mencionou reuniões realizadas no Japão para tentar um acordo entre o clube japonês e Carille, mas a visão sobre a relação trabalhista permanece divergente.

O impasse entre Santos e V-Varen Nagasaki promete continuar sendo acompanhado de perto, pois a Fifa agora entra em cena para julgar esse controverso capítulo na trajetória de Fábio Carille e sua transição do futebol japonês para o brasileiro.

Acompanhe mais notícias do Santos no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série B > Deu ruim?! Time japonês mete processo na FIFA contra Santos e Carille