As 10 melhores transferências da história do Valência

Baraja, Aimar, Machado... apenas alguns dos grandes nomes que chegaram ao Valencia para mudar sua história. Descubra aqui quais foram as 10 melhores transferências do clube.

O Valencia C.F. é um dos clubes mais icônicos do futebol espanhol. Desde sua fundação em 1919, eles ganharam mais de vinte títulos nacionais e internacionais.

Em 104 anos, teve grandes jogadores em suas fileiras, alguns chegaram ao clube por grandes quantias e outros de maneira mais discreta. Descubra aqui quais foram as 10 melhores contratações na história do Valencia.

As 10 transferências mais importantes da história do Valência

10. JOAQUÍN SÁNCHEZ

Antes de sua icônica passagem pelo Real Betis, Sánchez integrou nas fileiras do Valencia por vários anos. Chegou por 25 milhões de euros pagos aos béticos em 2006.

Na época, foi a contratação mais cara na história do clube.

Além de conquistar uma Copa do Rei com o Murciélago, marcou 30 gols e deu 31 assistências. Destacou-se por sua facilidade em jogar em ambas as extremidades e como centroavante, tornando-se essencial no ataque do Valencia.

Devido à crise econômica enfrentada pelo clube em 2010, foi vendido ao Málaga. Depois, retornou ao Real Betis, clube pelo qual se aposentou em julho de 2023.

Foto: Plaza Deportiva

9. GONÇALO GUEDES

A contratação mais cara feita pelo Valencia nos últimos anos. O português chegou ao clube por 40 milhões de euros em 2018, vindo diretamente do Paris Saint-Germain.

Já havia estado na temporada anterior por empréstimo, então se adaptou facilmente à equipe.

Jogou 178 partidas pelos Chés, marcou 36 gols e deu 30 assistências. Também conquistou a Copa do Rei em 2019.

Devido a problemas físicos constantes, não conseguiu render ao máximo no clube. No entanto, quando estava saudável, deixou boas lembranças para a torcida.

Atualmente, é jogador do Wolverhampton da Premier League, mas está emprestado ao Benfica.

Foto: El Mundo

8. RODRIGO MORENO

Na janela de transferências da temporada 2015-2016, o atacante chegou do Benfica por 30 milhões de euros como a próxima jovem promessa.

Nos primeiros anos, teve dificuldade em garantir seu lugar no time titular, até a chegada de Marcelino García Toral ao comando técnico. Foi aí que viveu sua melhor temporada, levando a equipe a disputar a Liga dos Campeões.

Disputou 220 jogos como branco e preto, marcou 59 gols e deu 41 assistências. Além disso, conquistou a Copa do Rei em 2019.

Deixou o Valencia em 2020 para tentar a sorte no Leeds da Premier League. Como o time foi rebaixado na temporada passada, foi para o Al-Rayyan SC do Catar.

Valência

Foto: El Nacional.cat

7. DAVID VILLA

O espanhol ocupa o quinto lugar entre os maiores artilheiros na história dos Chés. Quando chegou no verão de 2005 por 12 milhões de euros, prometia fazer história e não decepcionou.

Conquistou uma Copa do Rei como jogador do Valencia. Jogou 226 partidas e marcou 129 gols.

Durante toda sua carreira, o Valencia foi o time pelo qual jogou mais tempo.

Se aposentou em 2020 e agora atua como comentarista na emissora espanhola DAZN, além de ser diretor de sua academia DV7.

Foto: Killer Asturias

6. ROBERTO AYALA

“El Ratón” assinou com o Valencia em 2000 por 5 milhões de euros pagos ao AC Milan. Apesar de ter sido uma contratação discreta, rapidamente se tornou um dos melhores jogadores do clube.

Jogou sete temporadas com os branco e preto, disputando 251 jogos. Também venceu uma Liga Europa, uma Supercopa da Europa e dois títulos da La Liga.

O zagueiro se destacou por seu estilo de jogo e rápida resposta na defesa. Inclusive, foi indicado ao prêmio de Bola de Ouro durante sua passagem como jogador do Valencia.

Se aposentou em 2011, no Racing Club da Argentina.

O “Rato” assinou com o Valência em 2000 a troco de 5 milhões de euros pagos ao AC Milan. Apesar de ter sido uma contratação que passou despercebida, rapidamente se tornou num dos melhores jogadores do clube.

Jogou sete épocas nos Blanquinegros, onde disputou 251 jogos. Conquistou também um título da Liga Europa, uma Supertaça Europeia e dois títulos de LaLiga.

O defesa-central destacou-se pelo seu estilo de jogo e pela rapidez de resposta na defesa. Chegou mesmo a ser nomeado para a Bola de Ouro durante o seu período como jogador valenciano.

Reformou-se em 2011, no clube Racing da Argentina.

Valência

Foto: Diario AS

5. CLAUDIO LÓPEZ

“El Piojo” também fez parte da geração de ouro do Valencia. Conhecido por sua eficácia e velocidade, Claudio chegou em uma transferência de 3,36 milhões de euros pagos ao Racing Club da Argentina em 1996.

Ganhou uma Copa do Rei e uma Supercopa da Espanha. Em 175 jogos, marcou 71 gols e deu 33 assistências.

Era conhecido pela torcida como “o que nunca errava” nos jogos contra o Barcelona. Marcou 12 gols em 15 jogos contra os blaugranas.

Deixou o clube em 2000 e se aposentou do futebol profissional em 2011. Atualmente, é assessor do clube Benidorm.

Foto: Europa Press

4. RUBÉN BARAJA

O icônico meio-campista do Valencia chegou do Atlético de Madrid em 2000. Por 10 milhões de euros, Baraja permaneceu como branco e preto até sua aposentadoria.

Jogou dez temporadas no clube, onde era conhecido por ser um dos essenciais de Rafa Benítez no meio-campo. Chegou a ser capitão da equipe.

Disputou 561 partidas, marcou 56 gols e deu 19 assistências. Além disso, venceu duas Ligas, uma Supercopa da Europa, uma UEFA Europa League e uma Copa do Rei. Também foi vice-campeão da Liga dos Campeões.

Pendurou as chuteiras em 2010 e atualmente é o treinador do clube.

Valência

Foto: Getty Images

3. PABLO AIMAR

O pódio começa com um dos jogadores mais emblemáticos do Valencia de Rafa Benitez. Chegou ao clube por 21 milhões de euros na janela de inverno de 2001, vindo diretamente do River Plate.

O argentino foi peça chave na época dourada do clube. Venceu duas Ligas, uma Liga Europa e também uma Supercopa da Europa.

Destacou-se por sua habilidade técnica e passe, demonstrados em 214 jogos pela equipe. Marcou 33 gols e deu 49 assistências.

Devido a problemas econômicos do clube e lesões constantes, Pablo saiu em 2006. Passou por Real Zaragoza, Benfica e River Plate antes de se aposentar em 2015.

Atualmente é o segundo treinador da Seleção Argentina, com a qual conquistou o título mundial no ano passado.

Valência

Foto: El Desmarque

2. WALDO MACHADO

Segundo maior artilheiro na história do Valencia e ícone indiscutível do clube. Destacava-se por sua grande capacidade de marcar gols, sendo o artilheiro do clube em mais de uma temporada e em toda a campanha de 1996-97.

Waldo assinou com o Murciélago em 1961, após um bem-sucedido período no Fluminense. Embora não haja dados precisos, dizem que a transferência custou 36 mil euros.

Jogou 296 partidas em dez temporadas como branco e preto, marcando 160 gols. Além disso, venceu uma Copa do Rei e duas Copas das Feiras.

Waldo deixou o clube em 1970 e se aposentou em 1971. Faleceu por causas naturais em 2019, aos 84 anos.

Foto: FFCV

1. MARIO KEMPES

Kempes é, para muitos, o melhor jogador da história do Valencia. Devido à sua habilidade de driblar e marcar, ficou conhecido como “El Matador”.

Chegou ao Valencia no verão de 1976 por 580 mil euros pagos ao Rosario Central. O resto é história. Venceu uma Copa do Rei, uma Recopa da Europa e uma Supercopa da Europa como branco e preto.

Jogou 217 partidas, marcando 149 gols. No total, disputou sete temporadas no clube e em duas delas conquistou o Troféu Pichichi da Primeira Divisão.

É o terceiro maior artilheiro histórico do Valencia. Kempes se aposentou como uma lenda argentina em 1996 e atualmente é comentarista esportivo na ESPN Español.

Valência

Foto: Revista Libero

As 10 transferências mais caras da história do Valência

Jogador Valor de transferência
Mario Kempes 580 mil euros.
Waldo Machado 36 mil euros.
Pablo Aimar 21 milhões de euros.
Rubén Baraja 10 milhões de euros.
Claudio López 3,36 milhões de euros.
Roberto Ayala 5 milhões de euros.
David Villa 12 milhões de euros.
Rodrigo Moreno 30 milhões de euros.
Gonçalo Guedes 40 milhões de euros.
Joaquín Sánchez 25 milhões de euros.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

tops

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 22 de Fevereiro 2024

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > As 10 melhores transferências da história do Valência