Argentina sem a ’10’? A Albiceleste quer aposentar o número 10 de Leo Messi

A seleção argentina está considerando aposentar a camisa "10" quando Leo Messi pendurar as chuteiras.

Depois de sua conquista no Catar 2022, a seleção argentina tem certeza de que não poderá substituir Leo Messi. Em vista disso, a Albiceleste está considerando aposentar o número “10 como uma homenagem ao seu capitão.

“Quando Messi se aposentar da equipe nacional, não permitiremos que ninguém mais use o número 10 depois dele”, disse o presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA).


O chefe da AFA, Claudio “Chiqui” Tapia, admitiu que provavelmente o “10”, um dos números mais valiosos, será aposentado para sempre em homenagem a Messi, segundo o SPORT. Ele também enfatizou que isso é o mínimo que se pode fazer pelo capitão, artilheiro e jogador com mais partidas pela seleção albiceleste.

A medida, embora tenha sido bem recebida pelos torcedores da seleção nacional, foi uma surpresa. Isso porque a AFA não conseguiu aposentar a “10” nem mesmo quando Diego Maradona deixou a seleção argentina.

Naquela época, Julio Grondona, que presidia a AFA, e alguns dirigentes da entidade máxima do futebol argentino queriam retirar o “10”. No entanto, os diretores não puderam manter sua palavra devido a uma decisão da FIFA.

A instituição que rege o esporte mais bonito do mundo impôs que as equipes deveriam usar os números de 1 a 23 consecutivamente para participar da Copa do Mundo. Assim, o desejo da AFA não pôde ser realizado, embora com Messi as coisas pudessem terminar de forma diferente.

A FIFA deve mudar o regulamento sobre numeração de camisas

Por enquanto, os regulamentos sobre os números não foram alterados. Além disso, a equipe nacional brasileira já teve um problema semelhante ao da Argentina, mas com o número “24”.

Nenhum jogador da Canarinha usou o número “24” até 2022, quando a FIFA exigiu que as equipes nacionais convocassem jogadores com números de 1 a 26, sem pular nenhum. No entanto, o Brasil não usava o “24” por causa de uma desprezível “tradição homofóbica“.

Mas as exigências da FIFA forçaram os brasileiros a incluir o número, que Bremer usou contra Camarões na última partida da fase de grupos da Copa do Mundo no Catar.

Sabendo disso, as chances de “Chiqui” Tapia manter sua palavra parecem pequenas. No entanto, a entidade máxima do futebol poderia abrir uma exceção à regra ou alterar seus regulamentos para permitir que Messi receba sua homenagem.

Enquanto isso, os argentinos continuam esperançosos de ver La Pulga na Copa do Mundo de 2026. O capitão da Albiceleste prefere não se apressar e tomar a decisão mais perto da Copa do Mundo, mas não há melhor homenagem do que ver Messi se aposentar em uma Copa do Mundo.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol de Seleções > Seleção Argentina > Argentina sem a ’10’? A Albiceleste quer aposentar o número 10 de Leo Messi