Professor exigente! PSG vence com 10 em campo, mas Luis Enrique critica postura do time

Apesar da vitória por 2x0, o treinador Luis Enrique criticou o estilo de jogo defensivo do PSG e expressou descontentamento por ter que jogar em transição. Enrique, conhecido por seu futebol associativo, destacou a necessidade de sua equipe jogar com a bola. A expulsão de Donnarumma condicionou o jogo, mas o treinador elogiou o esforço da equipe, que ficou reduzida a um homem desde o décimo minuto.

Luis Enrique criticou seus jogadores após a vitória por 2×0 contra o Le Havre. Apesar de o PSG ter vencido o jogo, terminou com 10 homens devido à expulsão de Gianluigi Donnarumma.

O treinador espanhol não gostou da maneira como conquistou os três pontos. Apesar de manterem a liderança do campeonato francês, o ex-jogador do Barcelona ficou chocado pelo fato de sua equipe não ter jogado com a bola.

Enrique expressou seu descontentamento por ter que jogar em transição durante a maior parte do jogo. Ele destacou que a França é uma das poucas equipes no mundo capazes de jogar bem sem a posse de bola e com base em lances de bola parada.

Luis sempre foi conhecido por adotar um futebol associativo e vistoso, e jogar no contra-ataque vai contra sua filosofia. Ele deixou claro ao ser questionado sobre seu estilo de jogo:

“Gosto de jogar futebol, de proporcionar espetáculo, e os torcedores também querem ver sua equipe atacar, criar oportunidades, marcar. Não assinei (pelo PSG) para jogar no contra-ataque”, afirmou o técnico.

Apesar de não ser fã da atuação de sua equipe, Luis Enrique não menosprezou a vitória. Ele se orgulha do esforço, da mentalidade e da capacidade de adaptação de seus jogadores. No final, a equipe ficou reduzida a um homem desde o décimo minuto, o que condicionou qualquer plano inicial.

O Paris Saint-Germain defendeu-se durante a maior parte do jogo, e Arnau Tenas, que substituiu Donnarumma, agiu corretamente quando necessário.

PSG x Donnarumma

O goleiro italiano tem falhado pelo menos uma vez por jogo nas últimas rodadas, o que também ocorre na Liga dos Campeões. Sua expulsão aos 10 minutos poderia ter custado a partida para sua equipe.

Quanto à expulsão, seu treinador a descreveu como um “momento de falta de concentração” e minimizou o erro do goleiro.

Essa ação resultou na estreia de Arnau Tenas na equipe principal. O goleiro formado na La Masia chegou a Paris neste verão e não havia tido a oportunidade de mostrar seu valor.

Ele deixou o Barcelona por um destino mais promissors na França e, contra o Le Havre, demonstrou sua qualidade em um cenário desafiador. Após o jogo, o estreante espanhol foi aos microfones para descrever suas sensações.

Além de expressar sua felicidade, o jogador afirmou que o PSG é o clube perfeito para ele, tanto como jogador quanto como pessoa.

 “Hoje é incrível. A defesa foi magnífica. É um dia perfeito para mim. Pensei na minha família, no meu pai, no meu irmão. O clube, o PSG, o treinador disse-me para jogar com calma, como sempre. É o trabalho do goleiro, trabalhar para a equipe. Estou pronto para tudo, trabalho muito,” disse o estreante.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Champions League > Professor exigente! PSG vence com 10 em campo, mas Luis Enrique critica postura do time