O Chelsea prepara barca com Marc Cucurella e mais seis

O Chelsea enfrenta uma situação desafiadora, com sete jogadores, incluindo Marc Cucurella, na lista de transferíveis após a derrota para o Everton. Pochettino avalia que Cucurella está abaixo do esperado e, devido ao Fair Play Financeiro, o clube precisa liberar espaço na equipe. Além disso, o Sheriff pediu reforços, tornando a saída de alguns jogadores necessária. Outros possíveis transferíveis incluem Disasi, Gusto, Madueke, Chalobah, Maatsen e Broja.

A situação do Chelsea é complexa não apenas em relação aos resultados, mas também à ideia de jogo e ao investimento milionário feito pela diretoria para formar uma equipe competitiva, que até agora não tem correspondido. Após a derrota para o Everton, Mauricio Pochettino colocou sete jogadores na lista de transferíveis, incluindo Marc Cucurella.

O treinador considera que o jogador não está à altura do que foi pago ao Brighton. Por essa razão, ele teria a porta aberta se quisesse deixar o clube durante a janela de transferências de inverno.

O espanhol chegou com destaque. No entanto, ele não tem sido um protagonista; na temporada passada, ele não era um dos titulares. Ao contrário desta temporada, em que Pochettino teve que usá-lo devido às precariedades na defesa.

Outra razão que poderia levar à sua saída é que, devido ao Fair Play Financeiro, os Blues precisam abrir espaço na equipe. Além disso, segundo a imprensa especializada, o Sheriff pediu à diretoria do time novos reforços para enfrentar a segunda metade da temporada, então é necessário que alguns jogadores deixem a instituição.

OUTROS JOGADORES QUE PODERIAM SAIR COM MARC CUCURELLA?

Além da possível saída de Marc Cucurella, o comandante dos Leões Azuis tem mais seis jogadores na lista que teriam aprovação para deixar o clube, seja na janela de inverno ou no final da temporada.

Axel Disasi seria um dos escolhidos. Ele chegou à capital inglesa há apenas quatro meses vindo do Monaco, mas Pochettino tem excesso de jogadores na posição, então o francês está na lista.

Malo Gusto e Noni Madueke também não estariam nos planos do treinador. No caso de Gusto, ele teve tempo de jogo devido à lesão de Ben Chilwell, no entanto, não está entre os titulares. Enquanto Madueke não conquistou a confiança do argentino nesta temporada, principalmente devido às lesões que não permitiram que ele mostrasse seu nível.

TRÊS JOVENS DA BASE DO CHELSEA ESTARIAM NA LISTA DE POCHETTINO

Os outros três são jogadores que seriam: Trevoh Chalobah, Ian Maatsen e Armando Broja. O primeiro esteve perto de chegar a um acordo com o Bayern, mas as negociações fracassaram; a intenção do clube é vendê-lo em janeiro.

Broja ainda não conquistou um lugar, embora tenha tido oportunidades, uma delas contra o Everton, onde não conseguiu se destacar. Além disso, com a recuperação de Nkunku, ele ficaria como a terceira opção do ataque.

Por último, Maatsen está em uma fase decisiva, pois seu contrato termina em julho do próximo ano. Ou seja, o Chelsea deve vendê-lo obrigatoriamente na janela de transferências de verão para gerar algum lucro.

Além de toda a situação com os jogadores, está claro que tanto a diretoria do clube quanto o treinador desejam reverter essa situação para evitar continuar caindo na tabela de classificação.

Atualmente, eles estão na 12ª posição com 19 pontos, a 11 pontos das posições europeias. Por essa razão, janeiro poderia trazer uma reviravolta interna para a equipe de Stamford Bridge.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Inglaterra > Premier League > O Chelsea prepara barca com Marc Cucurella e mais seis