Em busca do American Dream: goleiro do City está prestes a assinar com a MLS

O goleiro norte-americano Zack Steffen, atualmente no Manchester City, pode estar prestes a retornar aos Estados Unidos para se juntar ao Colorado Rapids na Major League Soccer (MLS), despertando grande interesse entre os fãs de futebol. A possível mudança visa reforçar a defesa do Rapids, que enfrentou desafios na última temporada da MLS. Natural da Pensilvânia, Steffen, de 28 anos, representou os Estados Unidos em 29 partidas internacionais, mas não integrou a equipe que disputou a Copa do Mundo de 2022. Se concretizada, sua transferência pode ser um impulso significativo para o crescimento do futebol nos EUA.

Numa possível mudança emocionante na carreira do goleiro Zack Steffen, o jogador de 28 anos poderá estar considerando uma mudança para a MLS, um retorno ao seu país de origem para se juntar ao Colorado Rapids da Major League Soccer (MLS), a liga na qual Messi fez sua estreia em 2023.

De acordo com a imprensa britânica, o norte-americano poderia estar indo para o Manchester United para se tornar goleiro do Colorado. A possibilidade de Steffen regressar à MLS suscitou grande interesse entre os fãs de futebol nos Estados Unidos.

Steffen fazia parte do Manchester City desde que se transferiu do Columbus Crew em 2019. Durante esse período, provou ser um goleiro de alto nível, com atuações notáveis na Premier League.

No entanto, segundo o “The Athletic”, não convenceu Pep Guardiola, que continua a preferir Ederson para o gol. Steffen participou, portanto, em apenas 21 jogos do campeonato e jogos da Taça desde a sua transferência.

O Colorado Rapids está tentando reforçar seu elenco para a próxima temporada. É por isso que veem Steffen como uma opção perfeita para fortalecer sua defesa. Sua experiência na liga inglesa e em torneios de alto nível poderia dar segurança ao goleiro da equipe.

 

 

O retorno de Zack Steffen à América

A possível contratação de Zack Steffen pelo Colorado Rapids representaria um retorno às origens para o goleiro, uma vez que é natural de Coatesville, na Pensilvânia.

No cenário internacional, o americano participou em 29 partidas representando a equipe masculina de futebol dos EUA. Embora tenha sido uma presença constante durante as fases de qualificação para a Copa do Mundo de 2022, Steffen não fez parte da equipe que jogou no Qatar.

Quanto aos Rapids, apesar de terem enfrentado uma temporada difícil na MLS, esta mudança poderá funcionar como um catalisador para o crescimento do futebol nos Estados Unidos.

O envolvimento do novo treinador, Chris Armas, na remodelação da sua equipe, sublinha as grandes aspirações dos Rapids para melhorar seu desempenho. Steffen também pode ser a chave para o estabelecimento de uma base sólida para sua equipe.

 

 

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Inglaterra > Premier League > Em busca do American Dream: goleiro do City está prestes a assinar com a MLS