Atitude de Cristiano Ronaldo com árbitro colombiano gera revolta

Cristiano Ronaldo enfrenta críticas de jornalistas colombianos devido ao seu comportamento com o árbitro colombiano Wilmar Roldán durante o jogo do Al Nassr contra o Al Hilal. O craque português chegou a insinuar que o árbitro teria sido comprado. Segundo joralistas, esse ato deveria ser punido e Wilmar Roldán deixou de dar um cartão vermelho a Cristiano, indicando um possível favorecimento do astro na Liga Saudita.

Na derrota do Al Nassr contra o Al Hilal, a má atitude de Cristiano Ronaldo em relação ao árbitro Wilmar Roldán passou para segundo plano na vitória por 3-0 sobre o Al Hilal. O colombiano tomou decisões polêmicas durante o jogo, irritando os portugueses e provocando gestos anti-desportivos contra o diretor.

Os jornalistas colombianos manifestaram-se nas redes sociais, afirmando que Roldán não teve coragem para expulsar o melhor marcador da história do futebol. Especialmente após uma reação onde insinuou que ele foi pago para arbitrar dessa forma.

O primeiro a analisar a situação foi Francisco Vélez, da ESPN, que deixou clara a falta de caráter de Roldán.

“Que falta de caráter de Roldán, que foi permissivo e deixou Ronaldo fazer gestos de ‘árbitro comprado’ na goleada de 3-0 do Al Hilal sobre o Al Nassr de Cristiano Ronaldo”, escreveu o radialista colombiano para a RCN Radio.

Por outro lado, o narrador Román Gómez afirmou que o principal problema é a direção da Liga Profissional Saudita, que não quer estragar o espetáculo com a expulsão de suas principais estrelas, justificando assim a não expulsão de Cristiano Ronaldo.

“O conceito de futebol na Arábia é muito diferente do da Colômbia. Por isso, hoje foi outro Roldán, e é preciso entender que foi para dar espetáculo”, enfatizou o colombiano em sua conta oficial no Twitter.

Decisões Polêmicas que Desencadearam a Reação de Cristiano Ronaldo

O problema ganhou força quando o VAR anulou um gol de CR7 aos 73 minutos, por posição de impedimento, gerando muita polêmica. Esse gol teria significado um empate 1-1, mas a partir daí, os azuis e brancos se distanciaram de seus rivais da cidade.

Antes do jogo, as opiniões pareciam ser opostas. O analista de arbitragem José Borda publicou uma mensagem em 27 de novembro sobre a escolha de Roldán para o jogo.

“Ele pediu! O árbitro colombiano Wilmar Roldán vai ‘repetir’ na Liga Árabe, ao arbitrar o jogo Al Hilal x Al Nassr, na próxima sexta-feira, 1 de dezembro, no Estádio King Fahd, em Riade”, escreveu o publicitário.

Durante o jogo, Cristiano expressou descontentamento com as decisões do árbitro. Suas queixas tornaram-se cada vez mais evidentes, chegando ao ponto de mostrar impotência e irritação com o árbitro colombiano, um dos mais conceituados pela CONMEBOL.

Segundo Cristiano, Roldán errou ao não assinalar pênaltis cometidos contra ele e seus companheiros de equipe. Além disso, veículos de comunicação, como o Diario MARCA, relataram que ele considerou o terceiro gol do adversário responsabilidade do Cafetero.

Entretanto, as imagens do VAR deixaram claro que o ex-jogador do Real Madrid estava errado em algumas situações, enquanto em outras estava correto. Mesmo assim, isso não impediu o aumento das críticas e uma merecida reprimenda do juiz.

Reação do Público e Desafios para o Al Nassr

O público no Estádio Internacional King Fahd não aceitou bem a atitude de Cristiano. Os torcedores rivais começaram com cânticos de “Messi, Messi, Messi!”, como tem sido habitual nos diversos estádios de futebol sauditas. Por essa razão, o jogador madeirense reagiu com beijos para as bancadas ao sair do campo.

Com a terceira derrota na competição, o Al Nassr terá de iniciar uma corrida contra o tempo para se aproximar da liderança. A seu favor está o fato de ainda faltarem 13 jornadas para o fim do campeonato.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol de Seleções > Atitude de Cristiano Ronaldo com árbitro colombiano gera revolta