Como cão e gato: ex-treinador da Seleção Portuguesa fala sobre inimizade com CR7

Atualizado :

Fernando Santos, ex-treinador da seleção de Portugal, revelou em uma entrevista sua relação abalada com Cristiano Ronaldo após uma decisão técnica controversa durante a Copa do Mundo de 2022 no Catar. Embora não se arrependa da escolha, Santos reconheceu que a amizade próxima entre eles foi afetada. Apesar das críticas, Santos é lembrado por suas conquistas anteriores com Ronaldo, incluindo a vitória na Euro 2016 e na Liga das Nações de 2018.

Fernando Santos, ex-treinador da seleção nacional de Portugal, protagonizou uma entrevista em que falou sobre a sua situação pessoal com Cristiano Ronaldo. Ao longo da conversa, comentou que, apesar de não se arrepender da sua decisão, a sua relação com o craque português foi muito afetada.

“Não nos falamos desde que cheguei do Catar. Tínhamos uma relação desportiva e pessoal muito próxima. O que aconteceu não tem nada a ver com isso. Foi uma decisão técnica. Na segunda metade de 2022, ele passou seis meses terríveis, mental e fisicamente.”

Santos declarou.

Ao mesmo tempo, o treinador afirma que não se arrepende da sua decisão. Confessou que falou pessoalmente com o capitão português antes do jogo contra Marrocos para discutir a sua substituição. Na entrevista, comentou que Ronaldo ficou furioso com a conversa, pois queria fazer parte do time titular.

 

 

Rixas e Tretas

Por outro lado, afirmou que compreende o incômodo do jogador do Al Nassr com o que ocorreu no Campeonato do Mundo do Catar. Acrescentou ainda que está à disposição do seu jogador, uma vez que construíram uma relação muito importante nos anos em que esteve à frente da seleção portuguesa.

“No dia em que o telefone toca, ele sabe sempre que estou aqui. Isso é garantido. Eu sei que isso dói, eu sei que isso dói muito, mas a vida é assim”. “Não há arrependimentos da minha parte. Compreendo que fiquei magoado na época e compreendo que talvez ainda esteja magoado. Mas a relação que tivemos não é uma relação qualquer.”

Fernando acrescentou.

O treinador português foi fortemente criticado após a eliminação do seu país do Campeonato do Mundo. Começaram como favoritos contra a surpresa Marrocos nas quartas de final. A prestação portuguesa até essa fase foi uma das melhores de todo o torneio.

Os fãs portugueses se opuseram à decisão de sentar Cristiano Ronaldo em um dos jogos mais importantes de sua carreira. Além disso, após a eliminação, foi demitido do cargo de treinador. Quem assumiu o papel de treinador principal foi Roberto Martinez.

 

Conquistas do Santos com Cristiano Ronaldo

Apesar de todas as críticas, o treinador português entrou para a história do futebol português como o homem que foi o arquiteto da Euro 2016 e a Liga das Nações de 2018. Durante dois anos, a seleção portuguesa foi uma das melhores equipes da Europa e do mundo. Santos construiu uma equipe vencedora em torno de Ronaldo.

No Euro 2016, na França, os portugueses foram uma surpresa. Liderados pelo ex-jogador do Real Madrid, chegaram à final do torneio. Ganharam graças ao gol de Éder no prolongamento. Cristiano assistiu ao jogo no banco de reservas devido a uma lesão.

A primeira edição da Liga das Nações foi para Portugal, que dominou todo o torneio. O agora jogador do Al Nassr foi eleito o melhor jogador do torneio e viria a conquistar o segundo troféu internacional de sua carreira. Fernando Santos e Ronaldo fizeram história em Portugal.

 

 

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 19 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Portugal > Como cão e gato: ex-treinador da Seleção Portuguesa fala sobre inimizade com CR7