FC Barcelona rompe relações com o Sevilha devido a revelações do caso Negreira

Publicado :

O Sevilha FC anunciou a ausência de seus diretores no camarote durante o jogo contra o Barcelona devido a problemas no caso Negreira. O Barcelona, por sua vez, rompeu relações com o Sevilha em resposta à recusa dos dirigentes sevilhanos em compartilhar um camarote, alegando que os fatos estavam sendo prejulgados. Ambos os clubes expressaram respeito pela justiça espanhola, mas o Barcelona tomou essa medida até que o Sevilha retifique seu comportamento. O Sevilha foi o primeiro clube a condenar o caso Negreira, e outros clubes da LaLiga também destacaram a gravidade da situação e comprometeram-se a esclarecer qualquer irregularidade. A LaLiga prometeu agir dentro dos limites da lei.

O clube de Sevilha anunciou que os seus diretores não estariam presentes no camarote durante o jogo contra o Barça, devido aos últimos desenvolvimentos do caso Negreira.

A antevisão do jogo entre os ‘azulgrana’ e os ‘branco e vermelhos’ foi bastante tensa, a nível institucional. O FC Barcelona emitiu um comunicado oficial informando que rompeu relações com o Sevilha FC. Isto depois de este último ter anunciado a recusa dos seus dirigentes em partilhar um camarote com os catalães, na sequência das novas notícias do Caso Negreira.

Os fatos ocorreram horas antes do início da primeira reunião da oitava rodada da LaLiga. O Sevilha emitiu um comunicado anunciando que os seus dirigentes não estariam presentes na tribuna de honra do Estádio Lluís Companys.

Esta ação, motivada pelos últimos acontecimentos no Negreira e a nova acusação por uma infração penal de suborno de Barcelona.

Carta aberta

A carta oficial do Sevilha sublinha que tem respeito pelos sócios, assinantes, colaboradores e dirigentes Barcelonistas que estão indiretamente envolvidos nesta causa.

“Demonstra o seu respeito pela justiça espanhola, pela presunção de inocência e pelas decisões que poderiam ser tomadas em qualquer sentido nos tribunais competentes, bem como aos correspondentes órgãos sancionadores”,

lê-se na nota.

Para além do comunicado, os representantes sevilhanos também não compareceram ao almoço previsto entre os diretores. Ambas as ações representam uma clara atitude de protesto contra as recentes notícias que envolvem o Barcelona no caso de corrupção de árbitros.

Barça reagiu

Perante isto, a equipe catalã contra-atacou com o seu próprio comunicado, onde exprimiu a sua indignação e afirmou que considerava que os fatos estariam sendo prejulgados, uma vez que ainda não foram acreditados. Por estas razões, decidiu romper relações com Sevilha até que estaeretifique o seu comportamento.

“O caso Negreira não pode ser utilizado como pretexto para tais ações, uma vez que o processo judicial se encontra numa fase muito inicial de investigação”,

explica o comunicado de Barcelona.

Pioneiro na luta contra o FC Barcelona

O Sevilha foi o primeiro clube a emitir uma declaração condenando o caso Negreira, no dia 20 de fevereiro, quando o escândalo “Barçagate” se tornou público. Seguiram-se a própria Liga e os membros da Comissão Delegada: Atlético de Madrid, Levante, Sevilha, Betis, Real Sociedad, Cádiz, Getafe, Villarreal, Tenerife, Alavés, Eibar, Las Palmas, Lugo e Huesca.

Todos assinalando a gravidade da situação. Rejeitaram e repudiaram os fatos. Além disso, sublinharam que trabalhariam ativamente para esclarecer e punir quaisquer irregularidades que possam ter ocorrido, quer sejam de natureza desportiva ou outra.

“A LaLiga está a acompanhar de perto este assunto e actuará com firmeza dentro dos poderes e limites permitidos por lei”.

comentou o organismo dirigente.

Acompanhe no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 13 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > FC Barcelona rompe relações com o Sevilha devido a revelações do caso Negreira