“Estou satisfeito com a decisão de partir” afirma Odegaard

Amanda Alvarez

Atualizado :

O atleta norueguês, Martin Odegaard, atualmente no Arsenal, refletiu sobre sua passagem pelo Real Madrid, onde destacou seu amadurecimento e aprendizado, mas também a necessidade de mais tempo de jogo. Após empréstimos a clubes como a Real Sociedad, ele se juntou ao Arsenal, onde foi contratado permanentemente por 35 milhões de euros. Agora, Odegaard está focado na qualificação da Noruega para o Campeonato da Europa, enfrentando a Espanha em uma fase crucial da competição.

Martin Odegaard deixou o Real Madrid em 2021 e atualmente joga no Arsenal. Desta vez, o médio falou sobre sua passagem pela Casa Branca nos seis anos em que lá esteve e o que o levou a sair.

“Minha passagem por Madrid foi boa. Foi um período positivo. Aprendi a amadurecer, foi uma grande aprendizagem, mas precisava jogar mais. Estou satisfeito com a decisão de sair e com a evolução da minha carreira. Se não tivesse ido para o Real Madrid, não teria atingido o nível em que me encontro atualmente”, afirmou Martin.

Em Anoeta, Martin teve um grande desempenho na campanha de 2019, na qual marcou sete gols e deu dez assistências.

Graças a essas atuações na Real Sociedad, o Real Madrid decidiu incluir o norueguês na equipe principal. No entanto, o desempenho de Martin não foi o que Zinedine Zidane, o treinador da equipe, esperava na época. Por esse motivo, o médio jogou nove partidas nas quais não marcou qualquer gol nem fez qualquer assistência. Em seguida, foi emprestado ao Arsenal.

Segundo o Fotmob, teve uma classificação de 6,27 em três jogos como titular.

“O Real Madrid é o maior clube do mundo e a pressão também”, sublinhou.

O clube inglês contratou-o por meia temporada e decidiu exercer a opção de compra do jogador por 35 milhões de euros em 2021. A partir daí, começou o período de Martin com os artilheiros de Mikel Arteta.

 

Odegaard vai enfrentar a Espanha

O camisa10 prestou essas declarações em uma coletiva de imprensa antes do confronto entre Noruega e Espanha na fase de qualificação para o Europeu. Poderá jogar contra antigos colegas de equipe, como Dani Carvajal, Marco Asensio e Isco.

“Será sempre especial para mim jogar contra a Espanha. O mais importante para mim é a possibilidade de nos qualificarmos. Temos de fazer o nosso jogo sem pensar no adversário, temos de aprender a ser mais impulsivos. Em Málaga, aprendemos que podemos fazer a Espanha correr, mas também que o menor erro nos penaliza”, acrescentou.

A Noruega está em terceiro lugar no Grupo A, com 10 pontos, atrás da Espanha, com 12 pontos, e da Escócia, que lidera com 15. Os noruegueses não venceram com a seleção nacional nos últimos três jogos.

As duas melhores equipes de cada grupo qualificam-se para a Euro 2024. A duas rodadas do fim do campeonato, a Noruega vai tentar vencer a Espanha para conquistar o segundo lugar. Para isso, terá de vencer na oitava jornada e esperar que a La Roja não conquiste pontos nos dois jogos que faltam.

“Ainda temos uma chance, e acho que estaremos na Alemanha. Tivemos problemas no início dos jogos, especialmente contra a Escócia e a Geórgia, e fomos penalizados pelos nossos erros”, disse o camisa dez.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 20 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > “Estou satisfeito com a decisão de partir” afirma Odegaard