A Argentina é a melhor equipe da história? Pep Guardiola responde a Lionel Messi

Atualizado :

Pep não desmente Messi.

Lionel Messi causou muita polêmica quando afirmou que a Seleção Argentina de Lionel Scaloni está próxima do time do Barcelona de Pep Guardiola em 2009. No entanto, o treinador espanhol revelou sua opinião sobre o assunto e assegurou que Leo sabe do que está falando graças à sua capacidade de compreender o jogo.

“Com a intuição, a qualidade que Messi possui para analisar o que ocorre em campo no mundo do futebol, e considerando que ele já esteve dos dois lados, por que não acreditar nele? Não posso falar da Argentina em particular, pois vi poucos jogos na televisão, mas ele estava lá. Esteve no Barcelona e agora está na Argentina. Se ele diz isso, tenho que acreditar”, disse Pep.

O respeito de Josep por Leo tem sido evidente ao longo dos anos. Ele sempre elogia o seu jogo e fala sobre ele sempre que pode, especialmente quando se trata de recordar os tempos em que foi seu treinador no clube.

Além disso, considerou a postura de Messi na seleção nacional um “grande elogio” para ele, especialmente pelo fato de estar próximo de uma antiga equipe campeã do mundo.

Por outro lado, destacou o trabalho realizado pela Albiceleste na Copa do Mundo para superar as situações complicadas que vivenciou desde o início do torneio. Nesse sentido, ressaltou a importância de ter jogadores que façam a diferença em todos os setores do campo, um aspecto que a equipe do sul está cumprindo.

“A qualidade individual que eles têm nos goleiros, nos defensores e em todos os setores… É por isso que são campeões do mundo. Não se é campeão do mundo sem ter algo de especial em todos os aspectos, especialmente nas habilidades, mas também a mentalidade é incrível”, acrescentou o ex-técnico do Bayern de Munique.

Guardiola sobre a mentalidade de Lionel Messi

Guardiola também comentou sobre a mentalidade da Argentina, que nunca desistiu, apesar da derrota na estreia contra a Arábia Saudita e das duas vezes em que esteve perto de sofrer uma virada. Na sua perspectiva, eles lidaram com tudo de maneira positiva.

“Ele me surpreendeu muito nos momentos difíceis. Acho que nas quartas de final ou na final. Estava-se ganhando por dois na final e logo em seguida estava dois a dois. Normalmente, as equipes desmoronam nesse momento. E as emoções nos playoffs são muito importantes. As emoções são muito importantes, a forma como as gerenciaram”, explicou o treinador espanhol.


Ao mesmo tempo, enfatizou que depois disso aprenderam a jogar melhor do que no início. A pressão que tinham nas costas foi deixada de lado para se concentrarem em obter o melhor resultado possível, por mais difícil que fosse. Do seu ponto de vista, o nível demonstrado na primeira parte do jogo foi um grande sucesso. A final contra a França é “muito difícil de encontrar”.

E a atuação dos franceses também não passou despercebida. Apesar de um primeiro tempo ruim, Didier Deschamps corrigiu na segunda etapa e quase conseguiu dar a volta por cima. Ele manteve os sul-americanos nas cordas, mas eles conseguiram reagir novamente.

“A reação da França foi fantástica, demonstrando a habilidade e a qualidade dos jogadores nos momentos decisivos. No momento em que se viam prestes a conquistar o troféu e se sabia que seriam campeões, imediatamente após o 2-0 veio o 2-2. Muitas equipes poderiam se desmoronar, mas eles reagiram. E no tempo extra, reagiram de forma excepcional, o que é muito difícil”, concluiu.

Além dos resultados, para Guardiola, o que permanece é a forma como alcançaram o nível em que estão agora e como encaram os jogos. Isso é o que é notável.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Argentina

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 18 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol de Seleções > A Argentina é a melhor equipe da história? Pep Guardiola responde a Lionel Messi