Pega no dopping! Brasileira do UFC corre risco de ser banida; atleta alega uso de remédio para TDAH

Henrique Neves

Atualizado :

Mayra Sheetata, lutadora do UFC, foi pega em um exame antidoping. A substância encontrada em seu sistema é consistente com uma medicação usada para TDAH. Sheetara afirmou que parou de tomá-la na semana da luta e que forneceu todos os documentos e explicações possíveis à USADA, que ainda está investigando o caso.

A brasileira Mayra Sheetara, terceira colocada no ranking peso-galo do UFC, foi flagrada em um exame antidoping realizado pela USADA (Agência Antidopagem dos Estados Unidos), feito na semana de uma luta contra Holly Holm, na qual saiu vitoriosa, no mês de julho. Através de suas redes sociais, Mayra veio a público prestar esclarecimentos.

A culpa é só remédio

Em suas redes, Sheetara não invalidou o teste, mas contestou a procedência. Segundo ela, a substância encontrada no seu organismo é consistente com uma medicação ministrada para TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Sheetara afirmou que não estava tomando a medicação nos dias anteriores ao combate e que está cooperando com a USADA e a Comissão Atlética de Nevada para esclarecer o caso.

Tudo em risco

Muita coisa está em risco, caso a contestação de Sheetara junto à Comissão Atlética não seja considerada. O resultado da luta contra Holm pode ser anulado, ela pode ser suspensa e multada. A lutadora também corre o risco de perder sua licença para lutar no UFC. Além disso, essa notícia decepciona também os fãs do UFC. Ela é uma lutadora talentosa e popular, e sua suspensão seria uma perda significativa para a categoria. Os brasileiros, famosos por seu bairrismo característico, certamente lamentarão.

Mayra Sheetara no UFC

Sheetara é uma das principais lutadoras da categoria peso-galo feminino do UFC. Em seu cartel ela conta com 11 vitórias, duas derrotas e um empate. Venceu suas últimas quatro lutas, incluindo a fatídica vitória por finalização sobre Holly Holm em julho, a qual poderá vir a arruinar seus planos.Ainda não se sabe o que acontecerá com o caso de dopping de Sheetara. Ela revelou que forneceu à USADA todos os documentos e explicações possíveis a respeito do TDAH e da medicação em questão.

Veja a declaração de Mayra em seu instagram:

Acompanhe a repercussão sobre a vitória de Mayra, que agora corre risco de ser anulada, no Twitter:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 26 de Maio 2024

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

Parimatch Sport

Bônus

R$ 500

Starda Sport

Bônus

R$ 500

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

-

IZZI Sport

Bônus

R$ 100

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Arte Marcial > MMA > Pega no dopping! Brasileira do UFC corre risco de ser banida; atleta alega uso de remédio para TDAH