Xavi Hernández já tem uma data de validade: ele sairá em 30 de junho

Xavi Hernández anunciou sua saída do Barcelona em 30 de junho, após a derrota para o Villarreal. A decisão segue declarações anteriores indicando a possibilidade de sair caso a temporada terminasse sem títulos.

A queda em Montjuic foi o ponto de virada para Xavi Hernández, que, após perder para o Villarreal por 3-5, anunciou que deixará o Barcelona em 30 de junho. O treinador blaugrana explicou que já havia tomado a decisão há dias e que acreditava que este era o momento certo para torná-la pública.

Essa declaração está alinhada com os discursos que o culé foi expondo aos poucos durante este mês. Primeiro, ao dizer que se terminasse esta temporada sem títulos, teria que sair. Em seguida, destacando que lhe restava “menos do que mais no clube”.

Antes de anunciar sua retirada do banco do Barcelona, Xavi também explicou que vê um futuro para o Barça e que, se for necessário se afastar para que o clube prospere, ele o fará. Um sentimento que mais uma vez ficou evidente durante a coletiva de imprensa onde deu essa notícia, ao falar que está fazendo isso pensando no clube mais do que em si mesmo.

O MELHOR PARA O CLUBE

“Quero o melhor para o clube e o melhor é não continuar em 30 de junho”, declarou Xavi. O ainda treinador do Barça disse que se sente o máximo responsável por esta situação, apesar de considerar que fez um bom trabalho. Mas acredita que a equipe precisa de uma nova dinâmica.

Ele acrescentou que tem certeza de que essa decisão aliviará a pressão sobre os jogadores, os aliviará e descontrairá o ambiente. Concluiu agradecendo ao presidente do Barcelona, Joan Laporta, por sua confiança e reafirmando seu sentimento como culé: “Sou culé e quero o melhor para o Barcelona”.

CÚPULA CULÉ XAVI HERNÁNDEZ

Após o jogo Barcelona-Villarreal e depois de perder da maneira como o Barça fez, Laporta e Xavi se reuniram. Mas primeiro, o presidente do clube culé teve conversas com os outros dirigentes.

Na reunião, onde foi avaliado o ocorrido em Montjuic e a polêmica arbitragem, além de Joan, estavam presentes Rafa Yuste – vice-presidente da Área Desportiva -, Deco – diretor desportivo -, Enric Masip – assessor da presidência e membro da comissão desportiva – e Joan Soler – responsável pelo futebol formativo.

Após a reunião, o presidente chamou o treinador para seu escritório. Segundo o MARCA, Laporta e Xavi ficaram lá por um bom tempo. Aparentemente, a decisão da diretoria estava mais inclinada a apoiar seu treinador diante dos jogos cruciais que se aproximam, como as oitavas de final contra o Napoli. No entanto, seria a própria lenda culé quem quis se afastar e anunciar sua saída no final da temporada.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > Xavi Hernández já tem uma data de validade: ele sairá em 30 de junho