Grave! Por problemas de documentação, Vitor Roque pode não jogar no Barcelona

O Barcelona enfrenta dificuldades ao tentar inscrever o jogador brasileiro Vitor Roque devido a questões financeiras. Se não for possível a inscrição, Roque pode ser emprestado. Há confiança de que a situação será resolvida para reforçar a equipe de Xavi Hernández.

Mal chegou, Vitor Roque já está encontrando obstáculos na Europa. O atacante brasileiro ainda não pode ser inscrito para o próximo jogo contra Las Palmas.

A ideia do clube, de acordo com o SPORT, era apresentá-lo em 3 de janeiro para que ele entrasse em campo no final de semana. Joan Laporta e sua equipe queriam aproveitar a vaga deixada pela grave lesão de Gavi para registrá-lo na LaLiga, mas parece que não será suficiente.

Segundo informações de Gerard Romero, o registro do jovem espanhol não cobriria a transferência de Roque. Isso significa que Tigrinho ainda não pode formalizar seu contrato devido a questões de Fair Play financeiro.

Essas são más notícias para os torcedores culés, que tinham esperanças de concluir a nova contratação. A situação esportiva da equipe obrigou Deco a acelerar o retorno da estrela de 18 anos, em vez de deixá-lo no Athletico-PR até o verão.

Dirigentes do Barça tentam contornar a situação

As conversas entre o Barça e os dirigentes da LaLiga continuam em andamento, aguardando a chegada de Laporta. O presidente está na Arábia Saudita promovendo a marca Barsa para obter receitas.

Caso a inscrição não seja possível, Roque será emprestado por seis meses, aguardando a próxima temporada. Se as coisas não se resolverem a tempo do confronto contra os canários, os planos de apresentação terão que esperar até depois do jogo da Copa do Rei contra o Barbastro.

De acordo com o SPORT, a comissão técnica está confiante de que tudo será resolvido para o confronto em La Liga. Nesse caso, Xavi Hernández terá um novo ativo para a parte crucial da temporada.

Vitor Roque, a salvação do Barça?

Roque já pisou no estádio Johan Cruyff antes do final do ano e teve seu primeiro treino como jogador do Barça. Xavi Hernández o recebeu com um abraço caloroso e o orientou durante todo o treino.

Nos primeiros minutos com a equipe catalã, ele mostrou suas qualidades como atacante. Verticalidade, agressividade, finalização e dinamismo. Sua semelhança é mais com Luis Suárez do que com Romário.

Não se destaca por jogadas mágicas ou bicicletas, mas sim por seu chute potente e velocidade. Ele sabe se associar com seus companheiros, mas não é sua virtude como atacante.

Nesse sentido, ele é diferente do que jogadores como João Félix ou o próprio Robert Lewandowski oferecem. Roque tem um perfil distinto do que há na equipe atual, cercada por jogadores habilidosos com a bola nos pés, já que busca espaços vazios.

Um futuro brilhante

Seus 21 gols e 8 assistências em 45 partidas são prova de sua boa relação com o gol, algo que ele pretende transferir para a Espanha. Seu primeiro desafio, quando puder jogar, será ver como ele se relaciona com seu principal parceiro ou concorrente, Lewandowski.

Embora, a princípio, deva ser o reserva para dar descanso ao polonês, não está descartado que joguem juntos. Vitor pode começar pela direita em direção ao centro e atuar como Ferran Torres ou Ansu Fati em seu tempo, um segundo atacante que acompanhe o veterano de 35 anos. A partir daí, veremos quanta importância o jovem de 18 anos poderá ter.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > Grave! Por problemas de documentação, Vitor Roque pode não jogar no Barcelona