Gallardo de volta ao banco? O argentino recusou outra proposta

Publicado :

Marcelo Gallardo ainda está à espera da oferta certa para voltar a trabalhar. Multicampeão pelo River Plate não trabalha desde o final de 2022, quando saiu deixou o clube argentino.

Marcelo Gallardo ainda está em um período sabático após sua saída do River Plate. Após recusar o Olympique de Marseille e ser cogitado por equipes como Sevilla e Villarreal, o argentino recusou outra proposta.

Desta vez, o clube que procurou El Muñeco não estava na Europa, mas sim na Argentina, seu país natal. De acordo com o TYC Sports, o Racing de Avellaneda convidou o campeão da América para ser o sucessor de Fernando Gago.

Com base nas informações da imprensa argentina, Gallardo informou aos diretores do Racing que não tem planos de voltar ao país. O principal objetivo do treinador multicampeão do River é mudar-se para o Velho Continente, mas ele aguarda a oportunidade ideal.

Outro fator que impediu sua chegada ao time de Avellaneda foi a rivalidade entre Los Millonarios e La Academia. As duas equipes têm uma rivalidade de longa data e uma inimizade dentro e fora de campo que os torcedores não costumam esconder.

No entanto, esta não é a primeira vez que “El primer Grande” procurou os serviços do treinador. Antes de sua chegada ao River, o presidente dos azuis e brancos, Víctor Blanco, revelou que houve conversações na época.

Naquela ocasião, o clube estava em busca de um treinador jovem e promissor. Blanco disse que Marcelo era a primeira opção da lista de candidatos e que conversaram por cerca de uma hora em um hotel.

Já naquela época, vislumbrava-se um futuro estrategista de alto nível que chamou a atenção do presidente. O Newell’s também estava interessado nos serviços de Gallardo, mas as negociações fracassaram com o surgimento do River Plate.

Um telefonema de Enzo Francescoli foi suficiente para que Marcelo Daniel Gallardo substituísse Ramón Díaz, e o resto é história.

O Racing entrou em contato com Matias Biscay para suceder Fernando Gago como técnico do Racing, mas ele recusou a oferta, assim como Marcelo Gallardo.

Se não for Gallardo, quais são as outras opções?

Com a recusa de Marcelo Gallardo em assumir o comando do Racing, já há outras opções na mesa. O favorito para o cargo é outro conhecido do River, Hernán Crespo.

Guillermo Barros Schelotto também recebeu a proposta, mas a recusou devido à sua desvinculação com o Paraguai. Segundo o TYC, Crespo retornaria à Argentina após uma passagem irregular pela Arábia, onde treinou o Al Duhail, do qual foi demitido.

Outros candidatos que estão sendo considerados são Gustavo Alfaro, ex-técnico do Equador, e Martin Anselmi. Todos seguem a mesma linha de jogo: futebol ofensivo, posse de bola e verticalidade.

Anselmi está no comando do Independiente del Valle e, para contratá-lo, o clube terá que pagar a multa contratual. O valor para tirá-lo do Equador antes do final do ano seria de 700 mil dólares. Enquanto isso, Alfaro está nos Estados Unidos sem equipe, mas, segundo a imprensa argentina, não tem intenção de retornar.

Até que a situação seja esclarecida, Sebastian Grazzini e Ezequiel Videla assumirão o cargo de técnicos interinos. Ambos são treinadores de equipes de base e estarão no comando neste fim de semana no Cilindro.

A ideia da diretoria é não se precipitar na escolha do novo treinador. Grazzini e Videla planejam permanecer até dezembro, no máximo, como treinadores da equipe principal.

Gosta de futebol sulamericano? Acompanha o X (antigo Twitter) oficial da Libertadores, maior torneio do continente!

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 23 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Sul-Americano > Liga Profissonal Argentina > Gallardo de volta ao banco? O argentino recusou outra proposta